viernes. 01.03.2024

No último Sábado, realizou-se uma tertúlia sobre Sabores do Mar (tema e degustação), que reuniu uma dúzia de participantes, grupo liderado pelo Secretário de Estado do Mar, José Maria Costa

O programa começou com os - Sabores do Mar á mesa - na Casa de S. Sebastião, em S. Pedro de Arcos, confecionado pelo seu proprietário, Chef Paulo Santos. Um cardápio variado, onde os recursos da chamada economia azul entraram na sua elaboração. Assim, nas entradas, destaque para: sardinhas escaladas com molho de escabeche; misto de camarão e mexilhão com molho verde; polvo salteado á Chef Santos; vieiras recheadas; sonhos de bacalhau, pastéis do dito; grão de bico com o dito fiel amigo, mas lascado.

Depois, o prato principal – Bacalhau de cebolada – um clássico do peixe dos peixes na gastronomia nacional, muito apreciado já em 1884 por Eça de Queirós, referência numa carta, salientando o “justo amor” pela iguaria, ao seu colega de Letras, Oliveira Martins, e depois refeição preferida com outros parceiros como António Feijó e Guerra Junqueiro.

Bacalhau de cebolada.
Bacalhau de cebolada.

Terminada a primeira parte do convívio almoçante, foi a vez de palestrar-mos de acordo com o convite há dois meses do governante e antigo colega do Liceu da capital do distrito, sobre - A Pesca na alimentação de Limianos e Vianenses, documentada desde 1310 – com base em documentação dos arquivos municipais de Ponte de Lima e Viana do Castelo, e outra particular.

Em tempo de tertúlia, várias intervenções referentes ao texto, designadamente a os privilégios ou protecções régias que gozavam os Limianos na pesca da lampreia e outros no nosso Lima, assim como o fornecimento desde o porto de Viana de sardinha, sal, vinho e outros alimentos. O contributo do Alto Minho na descoberta e colonização do Brasil, a mercancia de açúcar e vinhos, o navio-hospital Gil Eanes na faina do bacalhau e receituário vianense, completou as intervenções da assembleia reunida durante quatro horas.

No encerramento, o Secretário de Estado do Mar, José Maria Costa salientou o valor destas reuniões temáticas destes amigos do Clube de Gastronomia de Ponte de Lima, enquanto comandante Lomba da Costa, vice-presidente da Fundação Gil Eanes sugeriu que a próxima tertúlia se realizasse no território vianense.

Entre as Entidades Oficiais participantes no encontro de S. Pedro de Arcos, enumeremos:  Presidente Câmara de Comércio Português Rio de Janeiro, António Fiúza Montenegro; o Presidente da Liga dos Combatentes de Ponte de Lima, Manuel Pereira e o ex- vice presidente do município vianense, Vitor Lemos.

Da parte dos organizadores, o Clube de Gastronomia de Ponte de Lima, esteve representado pelo signatário, e António Sousa, ex-Presidente da Assembleia de Freguesia de Ponte de Lima;  Fernando Fernandes, Director de Património da Universidade Fernando Pessoa; Joaquim Loureiro, Examinador de condução e novos parceiros: Domingos Gomes, proprietário do Restaurante Rio Lima, Cardielos, coordenador da equipa de cozinha do Sarrabulho em Loures no próximo domingo, e Francisco Remy, professor na Escola EB da Correlhã, e mestre em Teologia e em Ciências Religiosas, natural de Cabaços, Ponte de Lima.

Tertúlia sabores do mar, em Ponte de Lima
Comentarios