lunes. 24.06.2024

As empresas vão ter novos apoios, num valor global de 150 milhões de euros, para apostar na promoção internacional e na formação de trabalhadores.

No que se refere à internacionalização, serão lançadas - até ao final do primeiro trimestre do próximo ano - novas linhas de apoio, com uma dotação global de 60 milhões de euros. 
Estas verbas, do Portugal 2030, visam apoiar vários setores de atividade em projetos individuais, conjuntos ou ações coletivas de promoção internacional de cada setor.

O primeiro aviso de concurso a abrir terá uma dotação de 18 milhões de euros, com o objetivo de promover a internacionalização das pequenas e médias empresas (PME), o reconhecimento internacional e a capacidade exportadora, assim como o acesso a novos mercados, através de ações conjuntas de promoção e marketing.

Já quanto à formação de trabalhadores de empresas dos ‘clusters’ de competitividade será lançada uma nova medida de apoio, no valor de 89,5 milhões de euros. 

Os dois primeiros concursos desta medida serão lançados no final de outubro, com uma verba de 20 milhões de euros, dividida em partes iguais entre projetos individuais e projetos conjuntos.

Este apoio pretende rentabilizar os tempos de paragem de produção nas empresas, transformando-os em momentos de promoção das qualificações. Uma medida inscrita no Acordo de Médio Prazo de Melhoria dos Rendimentos, dos Salários e da Competitividade, que previa já o apoio à "formação certificada em contexto de trabalho", com o objetivo de "promover a requalificação dos recursos humanos e preservar a manutenção de emprego e a capacidade produtiva". Este apoio é complementar a medidas previstas no programa Qualifica Indústria.

Governo luso lança novos apoios de 150 milhões de euros às empresas
Comentarios