viernes. 01.03.2024

O produtor Armindo Fernandes, proprietário do Solar de Louredo em Geraz do Lima, entre outras unidades agrícolas dum total de 54 hectares de produção, apresentou no passado fim de semana em Bruxelas, os seus vinhos.

O evento foi organizado pela Confraria dos Vinhos de Portugal na Bélgica / Ordem de S- Vicente, designadamente a Grã Mestre, Cecília Vidigal; a tesoureira, Filipa Pedro, e o confrade Victor Alves Gomes. Da nossa parte, na qualidade de confrade em Portugal, contribuímos num modesto apoio de logística e protocolo, e o historial do Solar de Louredo, outrora pertença dos condes de Bertiandos, Ponte de Lima.

Rainha segura o - Vianna - com o Administrador Europeu de Investigação
Rainha segura o - Vianna - com o Administrador Europeu de Investigação

Assim, o Restaurante Puro, situado ao lado do edifício Berlaymont, sede da Comissão Europeia, recebeu as três dezenas de convidados, para o jantar português: bacalhau com crosta de broa, ou Arroz de Pato. Entre os comensais, destaque para Joana Estrela, conselheira da embaixada de Portugal na Bélgica e encarregada da secção consular; o Cônsul em Gand, Bruno Joos de Beerst; a Rainha das Vindimas de Arcos de Valdevez, Andreia Alves; o vice - presidente da Academia do Bacalhau de Bruxelas, Manuel Meireles; Presidente da Ordem de Gambrinus / cervejas de Bruxelas, Bernard Buse, funcionários da Comissão e Parlamento Europeu e comunicação social.

A sessão registou as explicações técnicas por parte da enóloga dos vinhos Vianna, Rita Araújo, formada em Portugal, mas com especialidades na área frequentadas nos Estados Unidos da América e Itália. Cada um dos vinhos ou castas (Alvarinho, Loureiro e Vinhão com Merlot), foram minuciados quanto a preparação de solos, tratamentos técnicos, adega, rotulagem, engarrafamento e mercados principais. O patrão, Armindo Fernandes, elencou as suas etapas e gosto pelo projecto realizado nos vinhos, após regresso de emigrante em Paris desde jovem, onde o trabalho na construção civil o fez reunir capital para os investimentos no município vianense e sua união de quatro freguesias da qual é Presidente: Santa Maria, Santa Leocádia e Moreira de Geraz do Lima, e Deão.

                        Rota Internacional dos Vinhos Vianna

Vianna à mesa, em Bruxelas
Vianna à mesa, em Bruxelas

A capital europeia, era um dos destinos agendados pelo empresário Armindo Fernandes para degustação de seus produtos vinícolas, antes de encerrar o ano em curso. Antes, a Mostra de Vinhos Vianna, percorreu o segundo semestre, entre simples ou maior participação, pela Feira do Vinho Verde em Ponte de Lima; Feira do Loureiro, também na vila limiana, com o Clube de Gastronomia de Ponte de Lima; Festa da Vaca das Cordas e Feiras Novas, em parceria com a Associação de Paraquedistas do Alto Minho; degustação na Feira O Melhor de Portugal / produtos agropecuários, em Bruxelas, com a Confraria dos Vinhos de Portugal na Bélgica; na Mostra Gastronómica do Alto Minho, na Assembleia Municipal de Lisboa; provas (oficiais) no Consulado Geral de Portugal no Rio de Janeiro, e Casa do Minho, também na antiga capital do Brasil; degustação no Memorial aos soldados portugueses mortos na I Guerra Mundial com participação do contingente português na NATO, em Gand, Bélgica; na reunião em Roma para a canonização do Beato Francisco Pacheco, de Ponte de Lima, promovida pela embaixada de Portugal, Reitor Instituto Santo António dos Portugueses e Clube de Gastronomia de Ponte de Lima  e no Xantar (Feira de Turismo e Gastronomia), em Ourense, Espanha;

Vinhos Vianna, Solar de Louredo, apresentados em Bruxelas
Comentarios