sábado. 10.12.2022

Jovem voluntária de Vizela irá promover a mobilidade europeia dos jovens

A jovem é a Rita Fernandes, tem 20 anos e é natural da Freguesia de Santo Adrião. Este projeto europeu tem a duração de 12 meses, com início em janeiro e término em dezembro de 2023.A Jovem voluntária de Vizela irá promover a mobilidade europeia dos jovens da cidade francesa.
. A jovem foi recebida na Câmara Municipal pelo Presidente da Câmara, que lhe entregou uma bandeira do Município e uma Vizela Romana, símbolos da identidade do nosso Concelho.
. A jovem foi recebida na Câmara Municipal pelo Presidente da Câmara, que lhe entregou uma bandeira do Município e uma Vizela Romana, símbolos da identidade do nosso Concelho.

Rita Fernandes é a jovem de Vizela que vai para Frontignan La Peyrade ao abrigo de um projeto de voluntariado Corpo Europeu de Solidariedade. A jovem foi recebida na Câmara Municipal pelo Presidente da Câmara, que lhe entregou uma bandeira do Município e uma Vizela Romana, símbolos da identidade do nosso Concelho.

À semelhança do que tem acontecido nos anos anteriores, após um período aberto para candidaturas, o município de Vizela selecionou uma jovem que vai ter um período de mobilidade na cidade de Frontignan de La Peyrade, localidade que tem um protocolo de geminação com Vizela.

A jovem é a Rita Fernandes, tem 20 anos e é natural da Freguesia de Santo Adrião. Este projeto europeu tem a duração de 12 meses, com início em janeiro e término em dezembro de 2023.A Jovem voluntária de Vizela irá promover a mobilidade europeia dos jovens da cidade francesa, terá a oportunidade de colaborar na organização e dinamização de várias atividades culturais e educativas, e vai ainda colaborar com uma organização de inclusão social sediada em Frontignan.

Esta experiência de voluntariado pressupõe o desenvolvimento de uma série de competências, tais como o sentido de iniciativa e empreendedorismo, expressão e consciência cultural, comunicação em língua estrangeira, aptidões digitais, sociais e cívicas, ou seja competências essenciais para o século XXI.Assim, este programa de forte cariz educativo, certifica as competências adquiridas através do Youthpass, uma ferramenta ao dispor dos participantes em projetos financiados pelo programa Corpo Europeu de Solidariedade e que descreve as suas experiências e aquilo que aprenderam. Este certificado é um documento importante para os voluntários anexarem nos seus currículos na busca de futuras oportunidade de trabalho.

Rita Fernandes terá agora um período de preparação antes de rumar a esta aventura, através de momentos formativos com os tópicos de aprendizagem intercultural, gestão de conflitos, comunicação e língua francesa.

Jovem voluntária de Vizela irá promover a mobilidade europeia dos jovens
Comentarios