domingo. 16.06.2024

Foi com pompa e circunstância que a Vila Mais Antiga de Portugal celebrou 899 anos. No próximo ano celebrará 900 anos, nove séculos de existência.

O Município de Ponte de Lima assinalou esta segunda-feira a efeméride do 4 de Março – O Dia de Ponte de Lima, data que assinala a entrega do Foral pela Rainha D. Teresa a Ponte de Lima, no ano de 1125.

O Dia começou na Torre da Cadeia Velha, com a exposição temporária intitulada "Caminhos – Vilas e Cidades do Caminho Português: Ponte de Lima", promovida, como já é tradição, pela Asociación de Amigas e Amigos do Camiño Portugués a Santiago.

IMG_9973
Celestino Lores explica a exposição. ROBERTO LEDO.

Seguiu-se a inauguração da Obra de Restauro da Capela de Santiago na Correlhã, a única capela dedicada ao Apóstolo que sobreviveu até aos dias de hoje no território que forma o concelho de Ponte de Lima. A obra de restauro desta capela foi integral, no âmbito do Projeto de Qualificação e Valorização do Caminho Português de Santiago, promovido pelo Município ao abrigo do Programa Norte2020.

IMG_0033
Capela de Santiago. ROBERTO LEDO. 

A tradição deste Dia repetiu-se com a deposição de uma coroa de flores junto à estátua da Rainha D. Teresa, com a aclamação às comemorações dos 900 anos em 2025.

A sessão solene realizou-se na Igreja Matriz, e contou com a presença do Executivo Municipal, do Presidente da Assembleia Municipal, dos Presidentes de Junta e demais convidados.

O Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, Eng.º António Cunha, e o Subdiretor Geral de Ação Exterior e de Cooperação Transfronteiriça da Galiza,  Xosé Lago García, foram os convidados de honra desta cerimónia.

A celebração deste ano do Dia de Ponte de Lima teve como tema principal o Caminho Português de Santiago. Ao longo dos séculos, o Caminho foi percorrido por milhares de peregrinos que passam por Ponte de Lima, sendo este um itinerário com notável florescimento na atualidade.

A anteceder a palestra "Ponte de Lima no Caminho Português de Santiago" apresentada pelo Historiador Joel Cleto, foi apresentado o filme O Caminho Português de Santiago. Este é o Caminho. Premiado no ano de 2023, na 11ª edição da Finisterra Arrábida Film Arte & Tourism Festival em Sesimbra, foi ainda considerado o Melhor Filme de Turismo Religioso no Festival Art e Tur, nas Caldas da Rainha e recentemente foi premiado num festival internacional de filmes no Japão.

Durante a sessão solene recordou-se a cerimónia do 32º Capitulo Extraordinário da Ordem do Caminho de Santiago, que se realizou este fim-de-semana no Auditório Municipal e no Museu dos Terceiros.

Tratou-se de um evento com grande impacto internacional, pois foi divulgado em dezenas de países nos vários continentes, onde a Ordem do Caminho de Santiago se faz representar, constituindo igualmente uma ocasião para a afirmação de Ponte de Lima e do seu território nas rotas jacobeias.

Neste Dia de Ponte de Lima "devemos sobretudo vincar a importância da história e das tradições para a coesão territorial" disse o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Vasco Ferraz. No seu discurso, o autarca qualificou o 4 de Março, como um "dia fortemente identitário. (...) Um dia que deve ser singular para a nossa cultura e para a nossa História, um dia agregador, integrador para a nossa comunidade.

Um dia singular para todos os limianos, possam ou não estar aqui, para todos os que aqui têm raízes, para todos os nossos emigrantes e seus descendentes, que se mantêm sempre ligados à Terra de origem, a quem nos ligam as memórias e os afetos.

Um dia singular também para todas as instituições, empresas e coletividades que aqui trabalham. Um dia singular para o forte movimento associativo que existe aqui e também nas comunidades portuguesas e limianas disseminadas pelos quatro cantos do mundo. Todos são embaixadores de Ponte de Lima", reforçou o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Vasco Ferraz.

Os momentos musicais da cerimónia estiveram a cargo do violinista João Silva, jovem limiano vencedor do prémio Andrea Parodi em Itália e recentemente premiado no Latin Grammy Award com o disco da Marina Tuset.

As cerimónias oficiais do Dia de Ponte de Lima incluíram ainda a homenagem ao Maestro Amílcar Morais, compositor do Hino a Ponte de Lima. Associando-se a este momento, a Banda de Música de Ponte de Lima encerrou as cerimónias interpretando o Hino a Ponte de Lima.

Para que todos os munícipes e outros interessados pudessem assistir a estes atos, os mesmos foram transmitidos via streaming na plataforma digital do Município de Ponte de Lima.

O Dia de Ponte de Lima -4 março- celebrou 899 anos com pompa e circunstância
Comentarios