martes. 25.06.2024

Destinado a membros da Academia do Bacalhau de Bruxelas, apreciadores e alguns dirigentes de serviços da Comissão Europeia, mais de meia centena de portugueses, belgas e franceses, reúnem-se no Sábado 15 de Junho, para um encontro jantante no “Chapéu”. A tertúlia motiva também uma evocação do autor d “Os Maias”, o qual esteve pela capital da Bélgica e na segunda maior cidade do país, Antuérpia, por ocasião do cinquentenário da independência desse país – 1880 -, território outrora integrado na Flandres.

Eça será lembrado como diplomata, escritor e gastrónomo, ora de ágapes nacionais, ora de franceses, que como cônsul na capital (1888-1900), o fez conhecer, saborear e incluir nas suas narrativas, ícones da culinária simples ou da requintada.

Para assinar a produção gastronómica, desloca-se de Viana do Castelo á capital europeia, o Chef Domingos Gomes, parceiro do Clube de Gastronomia de Ponte de Lima, que nos últimos meses tem proporcionado paladares de ementas regionais no país e estrangeiro, designadamente com o Sarrabulho á Moda de Ponte de Lima e a Cabidela de Galinha do Campo, em Loures, Lisboa e Drancy, nos arredores de Paris.

O escritor Eça de Queirós

Entretanto, o Bacalhau á Eça de Queirós, uma variante do de Cebolada, comumente centenário no Minho, já foi escolhido como prato de peixe residente para este ano para casamentos, baptizados e outros convívios, pela Casa de S. Sebastião em Ponte de Lima; este complexo turístico e de eventos variados, dirigido pelo Chef Paulo Santos, é um dos renomados no sector e na região.

CLUBE DE GASTRONOMIA COM NOVOS EVENTOS

Entretanto, o Clube ou grupo de amigos que promovem no país e estrangeiro, acentuadamente na Europa produtos agroalimentares portugueses, especialmente do Alto Minho, está a elencar eventos para o segundo semestre do ano.

No passado fim de semana, o seu parceiro na Bélgica, Victor Alves Gomes, deslocou-se a Ponte de Lima, onde elegeu o Bacalhau (á Sonho) do Capitão para integrar um Festival do “ fiel amigo” em estudo para esse país de acolhimento profissional e no Luxemburgo, para além de Loureiros de Cardielos e Ponte de Lima, assim como as jeropigas de Brandara e Arcozelo, recentes produções no concelho, respetivamente dos jovens empreendedores  Raúl Abreu e Micael Fernandes.

Bruxelas vai provar bacalhau à Eça de Queirós
Comentarios