viernes. 01.03.2024
Mirandela acolhe exposição de fotografia dos hospitais privados portugueses

Fotografia 'Na saúde e na doença', de colaborador do Hospital da Terra Quente, vence concurso da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada

A fotografia “Na Saúde e na doença”, da autoria de um colaborador do Hospital da Terra Quente, venceu o primeiro concurso de fotografia de ambientes hospitalares dinamizado pela Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP).
'Na saúde e na doença'
'Na saúde e na doença'

A fotografia “Na Saúde e na doença”, da autoria de um colaborador do Hospital da Terra Quente, venceu o primeiro concurso de fotografia de ambientes hospitalares dinamizado pela Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP). Este «poema fotográfico», como já foi classificado, e as restantes nove fotografias finalistas, integram a exposição “Retratos da Vida nos Hospitais Privados”, que é inaugurada na próxima segunda-feira, dia 11 de dezembro, pelas 15 horas, naquela unidade de saúde de Mirandela.

«Foi com muita honra que aceitámos ser a primeira unidade a receber esta exposição. O facto de ter havido tanta participação nesta iniciativa, num sector em que a exigência é grande e crescente, demonstra sem dúvida a motivação e dedicação dos nossos profissionais de saúde. O Hospital Terra Quente celebrou, no passado dia 5 de dezembro o seu 11º ano de atividade. Assinalarmos este marco com um prémio tão disputado é, sem dúvida, motivo de orgulho e sinal de que continuamos alinhados na nossa missão de prestar cuidados de saúde com qualidade, proximidade, em complementaridade e com uma fortíssima componente humana», refere Manuel Ferreira Lemos, presidente do Conselho de administração do Hospital Terra Quente.

A foto do vencedor, Diogo Nóbrega, colaborador do Hospital Terra Quente, em Mirandela, tem o título “Na saúde e na doença” e retrata a ternura de um casal hospitalizado, em camas paralelas.

«O facto desta fotografia ter sido premiada no Concurso de Fotografia da Associação Portuguesa da Hospitalização Privada (APHP) tem um significado muito especial para todos os profissionais que tiveram oportunidade de privar com o casal. Estará eternizado nas nossas memórias que o amor é um laço inquebrável na saúde e na doença", revela Diogo Nóbrega.

Em segundo lugar ficou a foto de Samanta Henriques da Silva, do Hospital Lusíadas – Lisboa, com a fotografia “Rinoplastia Ultrassónica”. O terceiro classificado foi Celso Pires Ribeiro, do Hospital da Luz – Setúbal, com o trabalho "Ser Luz no cuidar!"

A Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) desafiou os profissionais dos 129 hospitais privados portugueses a retratarem a atividade hospitalar e o concurso revelou-se absolutamente surpreendente. O número de candidaturas excedeu as expetativas e as fotos propostas revelam objetivas com especial predileção por momentos de profundo humanismo, alguns dos quais captados durante a pandemia de Covid-19.

«Lançámos o concurso de fotografia da APHP para motivar a expressão artística relativa ao meio hospitalar, fomentar e reconhecer a criatividade dos profissionais dos hospitais privados apaixonados pela fotografia e difundir a realização em Portugal do 46º Congresso Mundial dos Hospitais. Cumprimos todos os objetivos, tivemos o gosto de receber dezenas de fotografias de grande qualidade e sensibilidade e é para nós muito gratificante testemunhar como os profissionais dos hospitais privados vivem tão intensamente a sua profissão, participam na vida das organizações e, acima de tudo, privilegiam a humanização dos cuidados», explica Óscar Gaspar, presidente da APHP.

Até ao final de janeiro de 2024, as 10 fotografias finalistas estarão em exposição no Hospital da Terra Quente, seguindo, depois, para as unidades de saúde dos segundos e terceiros classificados.

Fotografia 'Na saúde e na doença', de colaborador do Hospital da Terra Quente, vence...
Comentarios